“Não sou sempre antipática. Tudo bem, não saio por aí amando todo mundo que encontro pelo caminho, meus sorrisos não aparecem com facilidade, mas me importo com as pessoas.”

“Ela fodeu comigo, cara. Fodeu, f-o-d-e-u. E eu? Bom, eu continuei amando ela. Fiz papel de trouxa. Mas eu descobri, depois de ir pro fundo do poço várias vezes… Não vale a pena se destruir por ninguém.”

Nova York, Estados Unidos, 1995. (via p-hantasm)

2799 NOTES / reblog / permalink